O que é e para que serve a Elastografia?

Início/Exames/O que é e para que serve a Elastografia?

O que é e para que serve a Elastografia?

A elastografia é uma técnica que explora o fato de uma doença alterar as propriedades elásticas dos tecidos envolvidos, geralmente, tornando-os mais duros.

Essa mudança de elasticidade é detectada e transformada em imagens por meio da elastografia, permitindo inclusive uma medida direta da elasticidade dos tecidos.

O estudo pode gerar mapas de elasticidade dos tecidos, mostrando áreas mais “duras” e áreas mais “moles” através de diferentes colorações.

Tecidos doentes são mais duros que os tecidos adjacentes, assim como tumores malignos. Existem três formas de se realizar a elastografia (porém apenas através do ultrassom e da ressonância magnética é possível gerar imagens, mapas coloridos e escolher o local onde será feita a medida.

Técnica de Elastografia por Ultrassom

Uma das técnicas de elastografia é a Elastossonografia Shear Wave pelo método ARFI (accoustic radiation force impulse), ou seja, a elastografia realizada através do ultrassom. Ela é realizada pelo mesmo aparelho de ecografia ou ultrassonografia que faz os exames de abdome, mama, tireóide, articulações, etc… Naturalmente, os aparelhos que possuem essa tecnologia tem softwares e transdutores especiais.

As imagens são obtidas juntamente com o exame da área estudada, gerando os mapas coloridos e fazendo as medidas necessárias. Não há nenhum desconforto para o paciente e as únicas exigências são que o paciente fique parado durante as medidas e, na elastografia do fígado, que pare de respirar por 3 segundos.

Em crianças pequenas, é possível realizar as medidas durante a respiração normal, sem necessidade de sedação, uma vez que o exame não dói e não faz barulhos que possam incomodar. Outra exigência para a realização de elastografia do fígado é que o paciente faça pelo menos 4 horas de jejum e, em caso de crianças menores de 1 ano, o jejum deve ser de 3 horas.

Usos e indicações da Elastografia

A elastografia é muito utilizada para a avaliação de doenças difusas dos órgãos e para a caracterização de nódulos.
A elastossonografia deve ser utilizada na avaliação e acompanhamento de doenças do fígado que possam levar a fibrose ou cirrose. Seu uso regular permite identificar se a doença do paciente está evoluindo com endurecimento do fígado e assim escolher o melhor momento para a realização da biópsia.

Antes da elastografia, esse pacientes deviam realizar biópsias com maior frequência para acompanhar a evolução da doença. Assim sendo, podemos concluir que a elastografia evita biópsias, que tem riscos de complicações, como sangramentos e infecção.

A elastografia por ultrassom é a única disponível que permite a avaliação de nódulos em diversos tecidos, seja na tireóide, na mama, no fígado ou nos músculos.

Hoje, já existem parâmetros na medida da elastografia que nos ajudam a diferenciar nódulos benignos de câncer nesses órgãos, sendo mais uma arma no diagnóstico que pode evitar biópsia.

Suas principais indicações incluem:
– Diferenciação entre tumores malignos e benignos, especialmente na mama e tireóide;
– Identificação precoce de inflamações e cicatrização em músculos e tendões;

Avaliação de pacientes com doenças hepáticas difusas que podem evoluir com fibrose, incluindo: hepatite B, hepatite C, alcoolismo, esteatose (gordura no fígado), hemocromatose (ferro no fígado), hepatite por medicamento, hepatite auto-imune, glicogenose, entre outras.

Vale a pena destacar a vantagem da elastografia por ultrassom em relação aos outro métodos por ser mais barata, mais rápida, pode ser realizada em crianças e pacientes com claustrofobia sem necessidade de sedação ou anestesia, é indolor e sem barulhos que possam incomodar.

Converse com seu médico sobre a necessidade da realização elastografia. Lembrando que ela deve ser realizada e analisada por profissionais especializados e experientes para que seja feita de forma segura e que forneça informações precisas e relevantes.

Na Tesla Diagnóstico por Imagem, você encontra todas essas condições, além de um ambiente acolhedor e privativo e um atendimento personalizado.

Por |2018-04-30T14:02:53+00:0030 de abril de 2018|0 Comentários

Sobre o Autor:

Avatar

Deixar Um Comentário