Câncer: entenda a importância dos exames de imagem no diagnóstico e tratamento

Início/Exames/Câncer: entenda a importância dos exames de imagem no diagnóstico e tratamento

Câncer: entenda a importância dos exames de imagem no diagnóstico e tratamento

Os exames de imagem são fundamentais na detecção e diagnóstico do câncer, pois de posse dos resultados é possível a identificação do tamanho do tumor, saber se o mesmo se disseminou, entre outras informações importantes para determinação dos próximos passos do tratamento.

Diversos tipos de exames auxiliam no acompanhamento da saúde do paciente oncológico. A solicitação de cada um deles depende de alguns fatores, como por exemplo:

  • Localização e tipo de tumor
  • Necessidade de realização de biópsia
  • Riscos e benefícios do procedimento a ser realizado

Confira alguns dos exames de imagem utilizados para diagnóstico e tratamento de pacientes com câncer.

Ultrassonografia

Este exame de imagem é utilizado para identificar alterações de doenças em tecidos moles, que não aparecem de forma adequada em uma radiografia, por exemplo. Outro ponto importante sobre o ultrassom é que ele é capaz de distinguir cistos cheios de líquido e tumores sólidos. Geralmente, este exame de imagem é utilizado para guiar o posicionamento de uma agulha de biópsia.

Mamografia

Este exame de imagem é como um raio-x das mamas, que realiza um rastreamento de sinais de doença na mama. A mamografia é importante, pois é capaz de detectar o câncer em seus estágios iniciais, até mesmo antes do nódulo poder ser apalpado. 

Essa detecção precoce é fundamental, pois garante que o tratamento tenha mais chances de sucesso. 

Tomografia computadorizada

É um exame utilizado desde a década de 70 para o diagnóstico de câncer. A tomografia computadorizada é um exame não invasivo que mostra a forma, localização e tamanho do tumor, além dos vasos sanguíneos que o alimentam. 

Assim como a ultrassonografia, este exame também pode ser utilizado para guiar a agulha de biópsia, como também em outros tratamentos, como a ablação por radiofrequência.

É um exame que é realizado com frequência, garantindo o acompanhamento da evolução do tratamento, podendo avaliar, inclusive, se o tumor recidivou após o término do tratamento.

Ressonância magnética

Com a ressonância magnética, é possível diferenciar se o tumor é benigno ou maligno, como na avaliação de tumores cerebrais. Além disso, esse exame de imagem pode ser usado para procurar sinais de disseminação da doença. 

Exames radiográficos

A radiografia atua na captura de imagem de ossos, órgãos e tecidos. São diferentes exames radiográficos, que podem utilizar (ou não) o contraste. 

A angiografia avalia artérias de todo o corpo, incluindo cérebro, pulmões e rins. Já o pielograma intravenoso investiga tumores no trato urinário, incluindo bexiga, rins e ureteres. E no caso da venografia, é possível analisar as veias de todo o corpo, mas utilizado geralmente na perna.

São diversos exames que podem fazer parte da rotina de acompanhamento médico de um paciente oncológico. Busque uma clínica de diagnóstico de confiança, que trata seus pacientes com seriedade e respeito.

Venha para a Tesla Imagem e garanta um tratamento humanizado e resultados confiáveis. Agende já um horário com quem realmente entende do assunto!

Por |2020-04-21T19:46:27+00:0021 de abril de 2020|0 Comentários

Sobre o Autor:

Avatar

Deixar Um Comentário