Exames de imagem podem ajudar a diagnosticar problemas na tireoide

Início/Exames/Exames de imagem podem ajudar a diagnosticar problemas na tireoide

Exames de imagem podem ajudar a diagnosticar problemas na tireoide

A tireoide é uma glândula responsável por ajudar a controlar o metabolismo, o humor, afetando quase todos os órgãos do corpo, inclusive a velocidade com que o coração bate. 

Essas alterações podem ser originadas por algumas doenças, como a de Graves, de Hashimoto e até mesmo nódulos e câncer. Por isso, é importante detectar suas alterações precocemente para garantir sempre o tratamento adequado.

Ganho ou perda excessiva de peso, ressecamento da pele, cansaço, aumento das taxas de colesterol e variação do ciclo menstrual são alguns dos sintomas comuns em pacientes que apresentam disfunções na produção dos hormônios da tireoide. 

Nesse processo de avaliação, alguns exames de imagem se fazem presentes e são eficazes na resolução do problema. Confira agora quais são os exames de imagem mais indicados para essa região e como eles podem ajudar no diagnóstico e acompanhamento do tratamento.

Exames para diagnosticar problemas na tireoide

Inicialmente, o paciente realiza alguns exames físicos e clínicos, como o de sangue. Quando há a indicação de alterações, o médico sentirá a necessidade de visualizar a glândula, para entender o tamanho da lesão e dar um diagnóstico mais preciso. A tireóide é uma pequena glândula localizada na parte inferior do pescoço, logo acima da clavícula e abaixo do pomo-de-adão. Para isso, ele pode solicitar alguns tipos de exames de imagem:

Ultrassonografia da tireoide

Um dos exames de imagem mais utilizados para a avaliação da tireoide, ele permite a pesquisa de nódulos na tireoide e seu risco para câncer, sinais de inflamação da tireoide (tireoidite) e nódulos ou aumento das glândulas paratireoides. 

Em alguns casos, o Doppler é acrescentado – e ajuda na visualização do aumento da vascularização da glândula, que é um sinal de inflamação; e da vascularização do nódulo, que pode influenciar na chance de ser câncer.

Além de detectar problemas na tireoide, o exame também é importante na detecção de problemas como doença de Graves, Bócio, nódulos, cistos e tumores.

Há também alguns casos em que o ultrassom é utilizado para guiar uma punção ou biópsia – que é realizada com a introdução de uma agulha fina para a retirada de uma pequena amostra de tecido ou líquido que formam o nódulo. 

Cintilografia da tireoide

É um exame de imagem indicado para identificar nódulos suspeitos de câncer. Na cintilografia, o paciente ingere uma pequena quantidade de iodo radioativo como o Iodo 131, Iodo 123 ou Tecnécio 99m. Depois, ele é submetido a uma câmara especial, para obtenção de uma imagem da tireóide e identificação do nível de atividade de um nódulo.

Por conta da substância radioativa, muitos se sentem inseguros na realização do exame, mas o nível ingerido é seguro e não causa problemas. No entanto, é um exame não recomendado para gestantes e lactantes. 

A Tesla Imagem é uma das clínicas de diagnóstico de melhor avaliação em Brasília, oferecendo um atendimento humanizado e profissionalismo na realização de exames. Agende seu horário!

 

Por |2020-08-18T00:25:09+00:0012 de agosto de 2020|0 Comentários

Sobre o Autor:

Avatar

Deixar Um Comentário