Saiba mais sobre o ultrassom morfológico

Início/Exames/Saiba mais sobre o ultrassom morfológico

Saiba mais sobre o ultrassom morfológico

O ultrassom morfológico é um exame de imagem presente no pré-natal de todas as gestantes. Normalmente realizado entre 11 e 13 semanas e 20 e 24 semanas de gravidez, ele avalia o desenvolvimento do bebê e a posição da placenta no útero.

O exame é totalmente seguro para a mãe e o bebê, e pode ser feito além dos períodos indicados, caso haja a necessidade identificada pelo médico. 

Por que fazer o ultrassom morfológico

Este exame de imagem é um dos mais importantes durante o pré-natal, por conta da possibilidade de análise dos órgãos internos do bebê. É possível identificar possíveis problemas no desenvolvimento, como malformações estruturais e alterações de marcadores fetais para síndromes, como é o caso da translucência nucal.

No primeiro trimestre de gestação, o ultrassom morfológico identifica essas alterações em marcações fetais para doenças genéticas. Também avalia a função cardíaca fetal, além de possíveis anormalidades útero-placentárias.

Já no segundo trimestre, o exame se torna ainda mais importante, pois é por meio dele que é possível eliminar mais de 80% das possibilidades de malformações genéticas e estruturais. O ultrassom morfológico nesse período também consegue estudar detalhadamente os membros superiores e inferiores do bebê. 

Além dos problemas acima citados, é por meio do ultrassom morfológico que o médico consegue identificar problemas como coluna, estômago, rins, braços, mão e pés, além do formato da cabeça e formação do coração. 

Com o ultrassom também é possível visualizar a posição da placenta. Essa informação é importante para o médico, pois pode indicar riscos para mãe e bebê. Na maioria dos casos, a placenta tem localização mais alta no útero da mãe. Se o exame identifica ela mais baixa, a chamada placenta prévia, é preciso agendar um novo ultrassom próximo ao parto. Nesse novo exame será possível determinar a forma do parto,se normal ou por cesárea. 

Quando o ultrassom morfológico é realizado com doppler, é possível avaliar o fluxo sanguíneo nas artérias uterinas. Com isso, o médico pode identificar se há alterações no crescimento fetal. Ele também consegue avaliar o cordão umbilical e seus vasos sanguíneos e avaliar o fluxo sanguíneo neles.

A ultrassom morfológico é simples, indolor e de rápida realização. Geralmente não é preciso preparo e a gestante pode retornar às suas atividades logo após o exame. Outro ponto importante sobre o ultrassom morfológico é que ele não oferece riscos e nem causa efeitos colaterais. 

Agende seu ultrassom com a Tesla Imagem. Aqui, nossa equipe é capacitada e opera máquinas de última geração para oferecer o melhor exame de imagem para você. Reconhecida como o melhor centro de diagnóstico de Brasília, a Tesla Imagem atende pessoas de todas as idades com respeito e segurança. Marque já o seu horário!

Por |2020-06-24T13:28:01+00:0024 de junho de 2020|0 Comentários

Sobre o Autor:

Avatar

Deixar Um Comentário