Tomografia computadorizada: tudo o que você precisa saber

Início/Exames/Tomografia computadorizada: tudo o que você precisa saber

Tomografia computadorizada: tudo o que você precisa saber

Muito utilizada por conta da qualidade das imagens e auxílio no diagnóstico de diversas doenças, a tomografia computadorizada é um exame de imagem de extrema importância para diversas especialidades médicas.

Utilizando raios-x, a máquina é capaz de fazer imagens internas e em 360 graus, pois as imagens são feitas em fatias e podem ser analisadas de qualquer ângulo. Dentre as principais indicações para o exame estão as lesões ortopédicas, AVC, câncer e problemas na face.

Neste artigo, você encontrará as principais informações sobre a tomografia computadorizada: como ela funciona, para que serve, quais os preparos, entre outros. 

Tomografia computadorizada e suas indicações

Por ser muito utilizada para a detecção de câncer, muitos pacientes ao receberem uma solicitação desse exame de imagem ficam assustados. No entanto, a tomografia computadorizada também investiga uma série de outros problemas, e por isso está disponível nos pronto-socorros. O exame tem alta eficácia na identificação de Acidente Vascular Cerebral, por exemplo, além de outros tipos de traumas cranianos, que precisam de um resultado rápido para o correto socorro do paciente.

Problemas como infarto, hemorragias internas, aneurismas e perfurações em órgãos também podem ser diagnosticados com a ajuda da tomografia computadorizada. O exame ainda ajuda a checar o estado de articulações e discos da coluna.

Como é feita a tomografia computadorizada?

O exame não causa nenhum tipo de dor e tem rápida duração. O paciente deita-se na mesa do aparelho, chamado de tomógrafo, na posição solicitada pelo técnico. Essa posição varia de acordo com a região a ser avaliada durante o exame. Neste tempo, o paciente deve ficar imóvel para evitar problemas durante a captura de imagens.

Existem alguns casos em que é preciso utilizar o contraste iodado, que pode ser administrado via oral ou pelas veias do paciente. Com essa substância, fica mais fácil definir os vasos sanguíneos e lesões.

Além do método convencional, alguns pacientes precisam do exame de PET-Scan, que consiste numa tomografia computadorizada por emissão de pósitrons. Ou seja, este tipo de exame une a tomografia convencional com métodos que avaliam a atividade metabólica de algum órgão ou região do corpo.

O PET-Scan serve para identificar tumores malignos, infecções e algumas doenças neurológicas, como o Alzheimer. Para realizar este exame, o paciente recebe uma infusão de glicose com algum composto radioativo, para que a máquina seja capaz de identificar o funcionamento (ou não) da região a ser avaliada. 

Importante notar que a tomografia computadorizada não é indicada em alguns casos – como em gestantes. Em casos de pessoas asmáticas ou alérgicas, é necessário uma avaliação prévia para garantir que o exame não cause nenhum risco. 

Aqui na Tesla Imagem, você realiza a tomografia computadorizada em um ambiente seguro e máquinas de última tecnologia. Nossa equipe é capacitada para lhe oferecer laudos confiáveis, para o seu melhor tratamento. Agende já o seu horário!

 

Por |2020-05-20T13:36:37+00:0020 de maio de 2020|0 Comentários

Sobre o Autor:

Avatar

Deixar Um Comentário